Guia de Raças | Cães

País de Origem: Tibet

Classificação: Cão de companhia

Perfil: Equilibrado e indiferente a estranhos

Expectativa de Vida: 12 a 14 anos

Tamanho: Entre 22 e 25 cm

Pelagem: Pesada, reta, dura, suficientemente longa

Cor: Variada

HISTÓRIA DA RAÇA

O Lhasa Apso veio do Tibet, onde muitos vivem em altitudes elevadas e o clima pode ser rigoroso. Ele tinha que ser um pequeno cão resistente para suportar essas condições, e isso teve uma grande influência sobre seu desenvolvimento. Seu pelo longo e áspero com seu denso subpelo agiam como isolantes durante o inverno, e a queda do pelo sobre os olhos os protegiam do vento, poeira e luminosidade. O Apso é uma das muitas raças do Oriente que vieram para o Ocidente. Os primeiros Apsos chegaram à Grã-Bretanha no início de 1920 e logo estavam sendo exibidos em Londres. Quando eles foram vistos pela primeira vez na Grã-Bretanha foram confundidos com outros cães peludos Orientais e todos foram rotulados de “Lhasa Terriers”. Mais tarde se estabeleceu uma distinção, especialmente entre os Apsos e os Terriers Tibetanos, que se pensa terem sido seus antecessores. Um clube da raça Lhasa Apso foi criado na Grã-Bretanha em 1933.

 

PADRÕES DA RAÇA – DE ACORDO COM A CBKC (CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE CINOFILIA)

Bem balanceado, robusto com pelagem abundante, mas sem excessos. Para essa raça, o comprimento da ponta dos ombros até a ponta do ísquio deve ser maior que a altura na cernelha. De caráter alegre, cheio de segurança, mas desconfiado com estranhos, o Lhasa Apso é um grande companheiro e também um cão de sentinela, que tem ouvido apuradíssimo, sendo capaz de perceber barulhos em longa distância.

 

PERFIL

Alegre, seguro de si, alerta, estável, mas indiferente com estranhos, o Lhasa Apso tem olhos escuros, de tamanho médio. Tem o corpo compacto, com patas curtas e cauda é provida de franjas abundantes e levada acima da garupa.

 

TAMANHO

A altura dos cachorros da raça Lhasa Apso fica entre os 22 e 25 cm, medidos a altura da cernelha.

 

PELAGEM

A pelagem desses cães deve ser longa, reta, pesada e áspera. Nem lanosa, nem sedosa. Subpelo moderado. A pelagem nunca deverá impedir sua movimentação.

 

COR E MARCAÇÃO

A variedade de cores é grande. Vai de dourado, branco, areia e mel a tons mais escuros, como cinza, ardósia, de fumaça, particolor, preto ou amarronzado. Todas são igualmente aceitáveis.

Assine nossa Newsletter
Mapa do Site