Cuidados, Dicas e Notícias
Cães se adaptam ao estilo de vida do dono (17/12/2014)

As pessoas que pretendem adotar ou comprar um cão para fazer companhia em casa, é muito importante avaliar as condições dos membros dessa família em conviver com um animal de estimação, bem como suas disponibilidades, habilidades e necessidades.

Para tanto é importante avaliar que tipo de vida o futuro dono de um pet leva (ou os futuros donos levam), bem como o que se espera de seu animal de estimação  um cão, no caso. Se essas pessoas não são fãs de exercícios físicos, por exemplo, dificilmente irão se adaptar à rotina de um cão atleta ou hiperativo. Já se o seu tempo for reduzido, um cão que tem dificuldade de ficar sozinho é contra-indicado.

Existem algumas pessoas que naturalmente têm dificuldades em delegar ordens e colocar limites e essas, em hipótese alguma, poderiam ter cão com um grau de dominância mais alto. Mas, pensando no tempo que estará disponível para a interação com o cão, para os seus cuidados e educação, esse futuro dono também tem de estar disponível para a nova rotina e desafio, além de disponível e consciente com as despesas entre rações, cuidados e veterinário, pensando em todas as possibilidades.

Ainda, conforme especialistas, muitos cometem um grave erro ao pensar que apenas água, comida e um bom quintal bastam para um cão. No entanto, ao pensar dessa forma, se comete um grande erro, que poderá resultar em um cão ansioso, agressivo, chato, inconveniente ou ainda ter comportamentos indesejados.

De maneira simples, sugere-se que os cães gostam do que seus donos gostam e ninguém gostaria de ficar trancado em casa por 15 anos, por maior que seja o quintal. Cães são animais que necessitam de um grupo para viver, de atenção, brincadeiras e educação e, caso, o dono não tenha tempo e disponibilidade financeira para tal, vale a pena refletir a respeito da qualidade de vida que o cão irá levar e se também está realmente na hora de ter um cãozinho.

Assine nossa Newsletter
Mapa do Site