Cuidados, Dicas e Notícias
Cachorros são capazes de chorar com lágrimas? (21/08/2015)
Crédito da Imagem

Uma cadela chorando ao reencontrar seus filhotes. A cena que poderia ter sido comum, viralizou na internet por causa das possíveis lágrimas que escorriam de seus olhos. Por causa delas, o vídeo atingiu mais de nove milhões de visualizações no Facebook e 1,6 milhão de visitas no YouTube e gerou polêmica entre os internautas. Afinal, cachorros choram com lágrimas de verdade?

Que os cães têm sentimentos, não há dúvidas, lembram os especialistas entrevistados pelo Portal UOL. E choram, só que sem lágrimas, diz a especialista em comportamento animal e professora da Unifesp Márcia Marinho. "Os animais são seres com capacidade de sentir e de expressar seus sentimentos, além de possuírem a capacidade de percepção, recentemente reconhecida pela ciência."

Márcia explica que eles expressam tristeza e dor por meio de uivos ou sons pequenos e intermitentes, além de apresentar expressões e determinados comportamentos que facilmente são compreendidos como sinais de tristeza. "Entretanto, chorar com a liberação de lágrimas, somente o homem teria tal manifestação".

Além disso, como o vídeo é muito curto e não é possível saber a situação da cadela, fica mais difícil saber o que aconteceu. Uma das hipóteses levantadas pelo veterinário João Francisco S. Guilherme, da Clínica Mirandópolis, em São Paulo, é que tenham colocado colírio nos olhos da cadela para realizar o vídeo. "O vídeo começa com a cadela de cabeça baixa e não sabemos o que aconteceu antes. Quando colocamos colírio costuma apresentar essa forma". Ele também sugere outra situação em que pode ocorrer uma secreção lacrimal e pode ser confundida com lágrimas: uma obstrução do duto nasolacrimal por má formação, inflamação ou formação de cálculo.

Márcia lembra que assim como se observa aumento de saliva por causa do estresse ou excitação, também pode ser que haja aumento da secreção ocular por esses motivos. "São alterações fisiológicas que ocorrem em decorrência dos estímulos, isso poderia ser a própria manifestação da senciência (capacidade de sofrer ou sentir prazer), complementa, porém ressalvando que a cadela precisaria ser analisada pessoalmente para se ter alguma conclusão.

O que não há dúvidas é o sentimento da fêmea em relação aos filhotes, que é de proteção. "Isso justificaria porque algumas fêmeas adotam filhotes de outras espécies", diz Márcia. 

Fonte: Paula Moura - noticias.uol.com.br
Assine nossa Newsletter
Mapa do Site