Cuidados, Dicas e Notícias
Acupuntura pode ajudar os pets a se sentirem melhor (29/09/2017)

Sabia que a acupuntura, técnica milenar de medicina chinesa, é indicada também para tratar de animais? Além de cães e gatos de todas as raças, ela também pode ser aplicada em espécies maiores, de grande porte, como equinos.

Não há muita diferença entre o método usado em humanos e o voltado para os animais. Mas, para o especialista Stelio Pacca Loureiro Luna, professor-Doutor da faculdade de medicina veterinária da Unesp (Universidade Estadual Paulista) e vice-Presidente da Abravet (Associação Brasileira de Acupuntura Veterinária), em certos casos os resultados do método chinês podem ser superiores aos de um tratamento convencional.

Paralisias, problemas de coluna ou neuromusculares, atrofia, diarreia, gastrite e algumas alterações reprodutivas como infertilidade são os principais exemplos. A terapia chinesa pode ajudar ainda no tratamento de animais que sofrem de alguma paralisia ou que sejam muito agressivos, além de ser indicada para controlar dores, combater problemas dermatológicos e até convulsões.

Já de acordo com Adriana Maria Battazza, veterinária especializada no método, as contraindicações são poucas: se o bicho estiver sem comer por vários dias ou passado por uma cirurgia recentemente, é melhor evitar a acupuntura.

Adriana ainda explica que, no Ocidente, a procura pelo método oriental é maior quando o animal sofre de problemas locomotores ou de coluna (como hérnia de disco), artrose, luxação e outros males nas articulações. Mas ela afirma que a acupuntura costuma ter bons resultados também contra doenças autoimunes e problemas de pele.

ATENÇÃO: De acordo com o especialista Luna, quem resolve tratar o pet com acupuntura deve ficar atento. É importante saber se o profissional conhece suficientemente bem a anatomia do animal, caso contrário ele poderá causar uma lesão de nervo ou uma perfuração em algum órgão vital durante a sessão.

Fonte: petfisio.com.br
Assine nossa Newsletter
Mapa do Site