Cuidados, Dicas e Notícias
Cães com diarreia: muito cuidado! (23/11/2011)

Manter laços de afeto com animais de estimação requer mais cuidado do que se pensa, já que existem diversas doenças que podem ser transmitidas. Uma delas é a giardíase, doença que causa frequentemente diarreia em animais de companhia e humanos.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a giardia é considerada um parasita zoonótico o que significa que as infecções podem ser transmitidas dos animais para crianças e adultos. No entanto, é difícil um diagnóstico preciso, já que os protozoários são pequenos, eliminados pelas fezes e difíceis de ser encontrados.

A médica veterinária Danielle Pereira, tutora do Portal Educação, recomenda que “é adequado que o animal faça exames de fezes periodicamente e, sempre que necessário, que ele seja vermifugado”. Estima-se que de 32% a 80% dos cães já teve ou têm giardia duodenalis, entretanto, a incidência é variável conforme a região do Brasil.

Aproximadamente 12,2% dos cães de rua e domiciliados na cidade de São Paulo (SP), por exemplo, têm o parasita, bem como 16,9% dos animais de Botucatu (interior de São Paulo) e 29% em Uberlândia (MG).

Ainda, considerado um problema global, esse não atinge apenas o país tropical: 80% dos animais da Itália foram diagnosticados com esse protozoário, assim como 58,8% dos pets na Hungria e 51% no México.

DOENÇA

Responsável por provocar deficiência vitamínica e mineral no hospedeiro, a giardia duodenalis habita o intestino dos animais, tendo como principal ameaça a saúde humana, já que é transmitido pelo contato com objetos, alimentos e água contaminados. Também, nos animais que apresentam sintomas, são observadas fezes amolecidas a diarreicas, fezes de odor fétido, vômitos, perda de peso, flatulência e até desidratação que, quando não tratada, pode matar.

Assine nossa Newsletter
Mapa do Site